Gato e borboletas

Gato e borboletas

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Saudades do porto

Os correios só carregam contas e embrulhos amassados
Sentimentos se perderam na internet
deslindados da carne
Paixões não acompanham esse ritmo frenético, dislético
É cálice de porto a ser degustado
... p a u s a d a m e n t e ...
após divina refeição
Mas o mundo agora é virtual, unilateral
Tudo corre, escorre
Vendaval que desmancha os cabelos
E nem gosto tem
Mãos no teclado,
olhos vidrados,
sentados,
envelopes amarelados
E dizem se apaixonar 

Nenhum comentário:

Postar um comentário