Gato e borboletas

Gato e borboletas

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Envelopes amarelados


















O envelope amarelou
O momento sagrado de sentar-se bem acomodado
e deleitar a carta
já não existe mais
Desdobrar o papel
revelando a letra amada,
velando a dor da distância
Palavras acarinhando folhas
ainda carregadas do perfume das tuas mãos
Os envelopes estão no fundo das gavetas
aguardando a próxima arrumação
quando,
de vez,
serão descartados
... sem cerimônia solene

Nenhum comentário:

Postar um comentário