Gato e borboletas

Gato e borboletas

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Enxurrada - março/2002

Ah! Poeta
Não desperta em mim a vontade do beijo,
a vontade do desejo,
a vontade de mostrar-lhe o quanto é intenso o meu amor
Pela vida, pelo mundo, pelo segundo
Segundo que pode ser fatal
Quando num piscar, num descuido,
minha boca pode encontrar a sua
Talvez
pra você
só mais um beijo
Um beijo de menina boba
Que sem perceber
Embriagou-se de suas palavras
gota à gota
Sem atentar para o perigo
Sem perceber o desatino

Ah! Poeta
Não desperta em mim a vontade do beijo
Não me olha assim
como quem tem fome
pois maior pode ser a minha
Um beijo que parece ...
só um beijo
Mas pode ser enxurrada
que carrega pra longe o que há de bom
Você, firme, fica olhando a água passar
Eu, menina tola,
deixo-me levar

Um comentário: