Gato e borboletas

Gato e borboletas

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Descascando cebolas - outubro/2009

As lágrimas brotam
Em vão, tento fazer que cessem
É impossível
Ele chega
Passa por mim
Abre a geladeira
Enche um copo d’água
Sai fazendo o seguinte comentário:
- Nossa, essa cebola está mesmo forte !!!
Eu descasco batatas ... que não fazem chorar
O copo d’água recebe mais atenção do que eu
Há muito já choro
Há muito ninguém percebe
Minha vida passou a ser um eterno descascar cebolas
Tudo tem a mesma cor
Tudo sempre igual
As panelas e o aspirador são extensão do meu corpo
A casa sempre brilha
E meu olhar já se apagou
Não sei mais me cuidar
Não sei mais quem sou
A única dança é com a vassoura
Que a cada passo zomba de mim sem piedade
Não tive tempo de aprender a dançar

Nenhum comentário:

Postar um comentário