Gato e borboletas

Gato e borboletas

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Até você

Com a poesia atravesso oceanos
o corpo nunca cansa
Atravesso o tempo
e nunca envelheço
Me faço presente
não conheço, desconheço
Só sinto o gosto adocicado
de tuas mãos tocando minha poesia
Emudeço

Nenhum comentário:

Postar um comentário