Gato e borboletas

Gato e borboletas

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Um menino assustado


Se libertou das amarras
e se viu perdido no mundo

Mundo grande
que parece engoli-lo

Das grandes asas
que descobriu ter
se fechou num abraço

Ergueu um muro alto
e por ele conversamos
jogando bilhetes 
enrolados em pedrinhas

É só isso que me permite

Tentar tocá-lo
é perdê-lo

Já posso prever o voo
pra longe
bem longe
onde possa
novamente
se sentir seguro


segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Melindres Poéticos


Se as palavras vêm
que perto de nós esteja papel e pena
pois logo voam pra longe
nos jogam um beijo
não voltam mais

Palavra se faz éter
num simples piscar do desatento

Poesia é bichinho melindroso
se sente desprezada
se logo não a deitamos
no branco até então imaculado
da folha que é só sua