Gato e borboletas

Gato e borboletas

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Teu Silêncio

... e tudo virou silêncio
Um silêncio gritante
que rasga meu peito
Um silêncio
que
por um instante
me deixa perdida
onde tudo é breu
Quero gritar
mas sei que não adianta
Teu silêncio é surdo
e ensurdecedor
Minh'alma de joelhos
clama por uma palavra
Me calo
Mas tua voz
são meus ouvidos
Tua música não cessa
Sempre a me inundar
E você não diz nada

Nenhum comentário:

Postar um comentário